julho 24, 2024

Qual é a função do pronome do caso oblíquo?

Os pronomes pessoais oblíquos são aqueles que se referem às pessoas do discurso quando exercem função de complemento da oração, assumindo comumente função de: → objeto direto, Não pare agora…
Em cache

Qual a função dos pronomes pessoais retos e oblíquos?

Os pronomes pessoais podem ser do caso reto (quando funcionam como sujeito do enunciado) ou do caso oblíquo (quando funcionam como complemento do enunciado). Neste último caso, podem ser átonos (não precisando de preposição que os acompanhe) ou tônicos (precisando de preposição que os acompanhe).
Em cache

O que é o pronome pessoal oblíquo?

Pronomes pessoais do caso oblíquo é uma classificação da Língua Portuguesa para designar as palavras que aparecem na oração para se referir a algo ou alguém, mas que não assumem a função de sujeito. Eles podem aparecer com e sem preposições e são essenciais para a interpretação de texto.

Qual é a função dos pronomes pessoais?

Os pronomes pessoais indicam as pessoas do discurso: quem fala (1.ª pessoa: eu, nós), com quem se fala (2.ª pessoa: tu, vós) e de quem se fala (3.ª pessoa: ele/ela, eles/elas).

Como usar o pronome oblíquo lhe?

O “lhe” refere-se a pessoas e pode ser usado tanto no gênero feminino, quanto no masculino, contudo, como já explicitado, não exerce função de objeto direto e sim de objeto indireto.

Pode começar a frase com pronome oblíquo?

Regra: no registro formal, não se deve jamais iniciar uma oração com um pronome oblíquo átono (me, te, se, o, a, lhe, os, as, lhes, nos e vos). Exemplos: “Falei-lhe sobre o tema”, “Mostrou-me o livro”, “Desculpe-me o atrevimento”, “Fi-lo porque o quis”.

Quais são os pronome pessoal do caso oblíquo?

Os pronomes pessoais do caso oblíquo são: me, mim, te, ti, o, a, se, lhe, ele, ela, si, nos, nós, vos, vós, os, as, lhes, eles, elas. Eles são usados como objeto direto, objeto indireto, complemento nominal, agente da passiva e adjunto adverbial. Exemplos: Não te contaram a novidade?

Quais são os 7 pronomes?

Agora confira cada tipo, são 7, e seus exemplos nas tabelas didáticas.

  • Pronomes Pessoais. …
  • Pronomes possessivos. …
  • Pronomes demonstrativos. …
  • Pronomes interrogativos. …
  • Pronomes relativos. …
  • Pronomes Indefinidos. …
  • Pronome ou partícula expletiva ou de realce.

Porque se chama pronome oblíquo?

Elas eram usadas para classificar as palavras de acordo com a função sintática. Quando estavam como sujeito, pertenciam ao caso reto. Se exerciam outra função (exceto a de vocativo), eram relacionadas ao caso oblíquo, pois um dos sentidos da palavra oblíquo é "não é direito ou reto".

Em quais frases há pronomes oblíquos *?

Frases com pronomes pessoais oblíquos

  • Não o encontrei na escola hoje.
  • Disse-lhe que estava insatisfeito com a decisão.
  • Sua mãe quer falar comigo?
  • Você trouxe isto para ela?
  • Ninguém nos chamou ainda.
  • Tu achas que ele estava falando de ti?
  • Ainda não lhes entreguei a proposta.
  • Ouvi-as durante duas horas.

Qual é a função do pronome?

O pronome é a palavra que substitui ou acompanha um substantivo (nome), definindo-lhe os limites de significação. Existem vários tipos de pronomes: pessoais, possessivos, demonstrativos, interrogativos, relativos e indefinidos.

Quando o pronome oblíquo é objeto direto?

Os pronomes oblíquos podem desempenhar a função de complementos verbais da seguinte forma: Objeto direto: o, a, os, as. Objeto indireto: lhe, lhes. Objeto direto ou objeto indireto: me, te, se, nos, vos.

Como saber se o pronome oblíquo é objeto direto ou indireto?

o pronome oblíquo “lhe” corresponde “a ele” ou “a ela”. Ou seja, ocupa o lugar de um objeto indireto. Elegeram-me como deputada — o verbo eleger é transitivo direto. Neste caso, o “me” surge como um objeto direto.

Qual a colocação do pronome oblíquo?

Os pronomes pessoais oblíquos átonos podem ser posicionados antes, depois e no meio do verbo. O pronome pessoal é do caso reto quando tem função de sujeito na frase. O pronome pessoal é do caso oblíquo quando desempenha função de complemento.

Quando usar o pronome oblíquo antes ou depois do verbo?

a) Se não houver palavra atrativa, o pronome oblíquo virá depois do verbo auxiliar ou depois do verbo principal. Exemplos: Devo esclarecer-lhe o ocorrido/ Devo-lhe esclarecer o ocorrido. Estavam chamando-me pelo alto-falante./ Estavam-me chamando pelo alto-falante.

Qual é a classificação dos pronomes?

Existem seis tipos de pronomes: pessoais (retos, oblíquos e de tratamento), possessivos, demonstrativos, interrogativos, relativos e indefinidos.

Como usar o pronome oblíquo nas frases?

Exemplos de uso dos pronomes oblíquos átonos

  1. Eu comprei-o numa loja no centro da cidade. ( objeto direto)
  2. Meu pai não a viu em lugar nenhum. ( objeto direto)
  3. O diretor ligou-lhe, mas ele não atendeu o telefone. ( objeto indireto)
  4. A professora não lhes deu mais nenhuma oportunidade. ( objeto indireto)

Qual é o objetivo do pronome?

Pronome é uma classe de palavras variável cuja finalidade é substituir ou determinar (acompanhar) um substantivo. Eles se classificam em razão dessas funções. Aquele que substitui o nome é chamado de pronome substantivo, e o que o determina (acompanha) é o pronome adjetivo.