maio 20, 2024

Como é a organização do cordel?

Essa literatura é estruturada em formato de versos rimados, assim, sua poética pode ser feita de algumas maneiras. A saber: Quadra – estrofes contendo 4 versos. Sextilha – estrofe contendo 6 versos.

Quais são os elementos de um cordel?

Características da Literatura de Cordel

  • Linguagem coloquial: forte presença de oralidade e regionalismos na fala e escrita.
  • Elementos da cultura brasileira, principalmente nordestina: costumes, tradições e folclores.
  • Escrita em versos com métrica e rimas (conferem musicalidade aos versos, herança das trovas medievais)

Qual é a principal característica do cordel?

Tem como característica mais marcante os poemas escritos com a linguagem popular. Os versos de métrica perfeita apresentam rimas bastante ricas. Os poemas de cordel, inicialmente, eram vendidos em feiras. Nesses espaços eles ficavam à mostra da população pendurados em barbantes ou cordéis.

Como é que se faz um cordel?

Para que possamos produzir um folheto de cordel corretamente temos que aprender sobre:

  1. rima: pobre, rica, rara e, especialmente, sobre rima consoante ou soante;
  2. as estrofes mais usadas (quadra, sextilha, septilha ou setilha, décima);
  3. oração (a história com início, meio e fim);

Em cache

Quantas linhas tem que ter o cordel?

Os versos de cordel são escritos em sextilha, ou seja, têm estrofes de seis linhas cada. As rimas normalmente ocorrem entre as linhas 2, 4 e 6.

Como deve ser a capa de um cordel?

A cor branca na capa do folheto de cordel reafirma se tratar de uma obra do gênero literatura de cordel, já que ainda é muito comum nesse tipo de literatura imprimir suas capas nas cores amarela, azul, branca, rosa e verde, sendo o branco a mais utilizada.

O que é cordel é um exemplo?

Cordel são folhetos contendo poemas populares, expostos para venda pendurados em cordas ou cordéis, o que deu origem ao nome. Os poemas de cordel são escritos em forma de rima e alguns são ilustrados com xilogravuras.

O que é a métrica no cordel?

O cordel é marcado pela sequência rítmica e dialetos tradicionais da cultura sertaneja. Os versos não se apoiam na regra métrica da quantidade de sílabas. A estrutura se aproxima da métrica de “Oitavas”, com estrofes de oito versos com sete sílabas para cada um. Porém a quantidade de sílabas vária quase sempre.

Quais versos rimam?

Rima e Tipos de Rimas

  • Alternada: se formam entre versos pares e os versos ímpares.
  • Oposta: surgem entre o primeiro e o quarto verso e, entre o segundo e o terceiro verso.
  • Emparelhada: ocorrem entre o primeiro e o segundo verso e, entre o terceiro e o quarto verso.
  • Internas: surgem no interior dos versos.

Pode fazer cordel com 4 versos?

Estrofe de quatro versos. A quadra iniciou o cordel, mas hoje não é mais utilizada pelos cordelistas. Porém as estrofes de quatro versos ainda são muito utilizadas em outros estilos de poesia sertaneja, como a matuta, a caipira, a embolada, entre outros.

Quantas folhas precisa para fazer um cordel?

A poesia de cordel tem algumas especificidades: é feita em sextilhas (estrofes de seis versos) e as rimas acontecem nos segundo, quarto e sexto versos. Cada verso deve ter sete sílabas, às vezes permitindo oito quando a última é átona. Os folhetos têm oito, 16 ou 32 páginas, em média.

Quais são as rimas de um cordel?

Rimas consoantes As que se conformam inteiramente no som desde a vogal tônica até a última letra ou fonema. Ex.: fecundo e mundo; amigo e contigo; doce e fosse; pálido e válido; moita e afoita. (Essa é a forma adotada nas cantorias e na literatura de cordel por ser uma rima perfeita). >

Quais são os tipos de cordel?

Aqui está uma lista com exemplos da Literatura de Cordel que você deve conhecer: O poeta da roça – Patativa do Assaré Ai se sesse – Zé da Luz. A peleja do cego Aderaldo com Zé Pretinho dos Tucuns – Firmino Teixeira do Amaral.

Como contar as sílabas no cordel?

Conta-se da primeira sílaba da primeira palavra até a sílaba tônica da última palavra do verso; o que vier depois é ignorado. A última sílaba tônica de cada verso são as que estão em negrito, portanto a contagem não pode passar delas, como consta entre parênteses.

Quais são os 4 tipos de rima?

a) Rimas emparelhadas: quando se sucedem de duas a duas (AABB). b) Rimas alternadas: quando, de um lado, rimam os versos ímpares (o primeiro com o terceiro, etc.) e, de outro, os versos pares (ABAB). c) Rimas opostas ou interpoladas: quando o primeiro verso rima com o quarto, e o segundo, com o terceiro verso (ABBA).

Quantas linhas tem que ter uma estrofe?

O padrão de uma estrofe geralmente tem quatro ou mais linhas e é pode ser referido como um verso . Na poesia, uma estrofe é um conjunto de linhas agrupadas dentro de um poema, geralmente desligado de outras estrofes por uma linha em branco ou recuo.

Como rimar num cordel?

Rimas consoantes As que se conformam inteiramente no som desde a vogal tônica até a última letra ou fonema. Ex.: fecundo e mundo; amigo e contigo; doce e fosse; pálido e válido; moita e afoita. (Essa é a forma adotada nas cantorias e na literatura de cordel por ser uma rima perfeita).

Quais são as rimas do cordel?

Dicas de Cordel

Embora existam três tipos de RIMAS para a composição de poesias rimadas, utilizamos no cordel apenas uma, a CONSOANTE. As outras duas formas de RIMAS são a TOANTE e a ALIRANTE. A TOANTE se dá quando duas ou mais palavras têm na sílaba tônica a mesma vogal: Cand(u)ra = d(u)pla; Av(i)sa = bon(i)ta.