maio 20, 2024

O que pode causar o Ameloblastoma?

O ameloblastoma é um tumor odontogênico que tem como tecido de origem o epitélio odontogênico. Sua etiologia pode estar relacionada a restos de lâmina dentária no desenvolvimento de órgão do esmalte, células basais da mucosa oral ou associado a um dente incluso.

Como diagnosticar Ameloblastomas?

O diagnóstico é feito por exame histológico, mas os achados clínicos e estudos por imagem, através de radiografias panorâmicas e tomografia computadorizada (TC), apresentam algumas características importantes para o estreitamento do diagnóstico diferencial.
Em cache

Como é o processo de amelogênese?

A amelogênese ocorre em duas fases: a fase secretora, na qual se inicia a síntese das moléculas da matriz orgânica do esmalte e após a sua deposição começa a mineralização.

Quais são as 5 fases da amelogênese?

Essas fases, que envolvem, portanto, o processo completo da amelogênese são: morfogenética, de diferenciação, secretora, de maturação e protetora.

Como se cura ameloblastoma?

O tratamento de escolha para o ameloblastoma, na maioria dos casos, é a ressecção cirúrgica. Essa opção de tratamento é a mais preconizada devido ao alto índice de recidiva das lesões tratadas de forma mais conservadora.

Quais os sintomas do ameloblastoma?

Os ameloblastomas são geralmente assintomáticos, podendo ser encontrados em exames de rotina, como radiografias, ou pela expansão óssea.

Como é feita a cirurgia de ameloblastoma?

A ressecção, tanto em bloco ou com margens de segurança, é o método mais indicado para a remoção do Ameloblastoma, por apresentar os menores índices de recidiva. Já a cirurgia conservadora é mais indicada para pacientes jovens e em casos de Ameloblastoma Unicístico luminal e/ou intraluminal.

Como tratar amelogênese?

Amelogênese imperfeita é um distúrbio hereditário que representa problema que pode ser tratada com restaurações diretas em resina composta para otimizar a estética e saúde em longo prazo do paciente de forma rápida, segura e eficiente. Aspecto inicial dos dentes do paciente apresentando amelogênese imperfeita.

Como se chama a falta de dentes?

Tipos de agenesia dentária

A agenesia é a falta de pelo menos um dente, excluindo os terceiros molares (sisos). Existem dois tipos de agenesia dentária: Oligodontia: refere-se à falta de seis ou mais dentes, excluindo terceiros molares. Anodontia: corresponde à ausência total de dentes permanentes.

O que significa amelogênese?

A Amelogênese Imperfeita (AI) é uma alteração de caráter hereditário que afeta o esmalte dentário dos dentes decíduos e permanentes, com ausência de manifestações sistêmicas.

Como é a cirurgia de ameloblastoma?

A depender do tamanho da lesão, há várias formas de tratamento para o ameloblastoma sólido, que variam de uma abordagem conservadora até outras mais invasivas, como a enucleação seguida de curetagem, na presença ou não do uso da técnica de crioterapia, ressecção marginal ou em bloco e hemimandibulectomia9.

Qual o tratamento para o ameloblastoma?

O tratamento destas lesões pode variar de enucleação associado a curetagem, associado a coadjuvantes químicos e mecânicos até ressecção com margem. Objetivo: O presente trabalho teve como objetivo relatar um caso de ameloblastoma, onde foi escolhida abordagem conservadora por curetagem e osteotomia periférica.

Quais são os tipos de ameloblastoma?

Com frequência semelhante à de todos os demais tumores odontogênicos benignos, com a exceção do odontoma, a principal alteração genética no ameloblastoma é a mutação BRAFV600E. Ele é classificado em três subtipos: unicístico, convencional e periférico.

Como diagnosticar amelogênese imperfeita?

As pessoas com esse tipo de amelogênese imperfeita geralmente têm a mordida aberta, em que os dentes da frente superiores e inferiores não se tocam quando a boca está fechada. A superfície dos dentes pode ter uma coloração que varia de branco opaco a castanho, com uma textura áspera, e pode haver sensibilidade ou dor.

Em que fase ocorre a amelogênese?

2.2.1 Amelogênese Imperfeita

O esmalte dentário constitui um tecido de origem ectodérmica, formado pelas células do epitélio interno do órgão do esmalte. Seu processo de formação (amelogênese) inicia-se na fase de coroa da odontogênese.

O que acontece quando não tem dente permanente?

O dente permanente não se desenvolveu.

Sem um dente permanente para preencher o espaço deixado pelo decíduo, dentes vizinhos podem se movimentar na direção do espaço vago. Isso pode resultar em problemas de alinhamento dos dentes permanentes futuramente e a necessidade de um tratamento ortodôntico mais complexo.

O que fazer quando não tem dente permanente?

Pode ser preciso a colocação do aparelho ortodôntico para que os outros dentes não mudem de posição. Quando o paciente completar 17 ou 18 anos, e estiver com toda a arcada desenvolvida, poderá colocar um implante dentário para substituir esse permanente que não nasceu.

Como restaurar dente com amelogênese imperfeita?

Atualmente, técnicas restauradoras adesivas, overdentures, confecção de coroas metalocerâmicas ou livres de metal, próteses parciais fixas e restaurações inlay/onlay são possibilidades para o tratamento reabilitador de pacientes com amelogênese imperfeita1.