maio 24, 2024

Onde fica o código NSU no comprovante?

O NSU é impresso na boleta do cartão, que é gerada após o cliente efetuar o pagamento na máquina de cartão.

Onde identificar o NSU?

Onde encontrar o NSU no documento impresso? Para aqueles comerciários que ainda fazem uso de documentos fiscais impressos, o NSU pode ser encontrado no próprio ticket emitido.

O que é o NSU no comprovante de pagamento?

NSU: Número sequencial único é o número de identificação de uma operação de venda realizada com cartões. É atribuído a cada documento fiscal emitido. TID: Transaction ID é um número de identificação (ou de autorização) da transação de e-commerce na operadora.

Qual é o código NSU?

O Número Sequencial Único (NSU) é de um código numérico gerado pela Sefaz (Secretaria da Fazenda) para distinguir e identificar um tipo de Nota Fiscal eletrônica, uma Carta de Correção eletrônica, um Evento da NF-e ou até mesmo um conjunto destes documentos.

Como obter o NSU?

Como a geração do NSU será organizada por ordem de inserção de documentos, a empresa ou pessoa conseguirá recuperar todos os documentos de seu interesse tão logo estes sejam recebidos pelo Ambiente Nacional da NF-e. Desse modo, haverá um intervalo até que o documento possa ser recuperado.

Como consultar compra pelo NSU?

É necessário informar a qual Empresa e Loja o NSU pertence, após informar os dados deve-se clicar em Consultar NSU.

  1. A tela seguinte apresentará o resultado da pesquisa, conforme exemplo abaixo:
  2. Para expandir a tela com mais informações sobre a transação, é necessário clicar na transação.

Quantos números tem o NSU?

O NSU é um número sequencial único atribuído a cada documento fiscal emitido pelo sistema (emitido por AUPD). Não há geração de NSU para documentos não fiscais e livros. O NSU tem capacidade de 10 digitos, inicia em 0000000001 e possibilita a impressão de 9.999.999.999 (10 bilhões de documentos fiscais menos um).

Quantos números tem o código NSU?

Na Nota Técnica 2014.002, na versão 1.13 a 1.15, de março de 2022, o número da última consulta realizada para o CNPJ de 14 dígitos informado na requisição passou a ser retornado no XML da rejeição 656 (consumo indevido). Assim, ficou mais simples identificar qual é o último NSU consultado.