Nem só em trabalhar com super-heróis no mercado estadunidense de quadrinhos sonham os quadrinistas brasileiros. Para aqueles que buscam uma outra alternativa ou que se identificam mais com o mercado franco-belga, a revista Zoo (já falamos brevemente dela aqui) organiza todos os anos em Angoulême (na França) o evento "Zoopportunités" para que jovens autores se encontrem com editores e possam apresentar seus trabalhos.

Este ano compareceram as editoras Dupuis, Casterman, Emmanuel Proust, Sandawe, Soleil, Fluide Glacial entre outras.

Aos que já foram ao festival, podem afirmar que há uma facilidade de contato no evento com as editoras e os autores, porém nem sempre os jovens autores conseguem apresentar seus trabalhos de forma sossegada, portanto essa é uma grande oportunidade.

E antes que alguém diga que o evento já passou e portanto é notícia antiga, o melhor momento é esse, o próximo Festival Internacional de Angoulême será daqui há um ano, tempo suficiente para os interessados produzirem algo e juntar uma grana para viagem.

Mãos a obra!

— Lucas Pimenta queria ser Martin Mystère. Não queria uma pistola de raios e sim a capacidade de enrolar uma noiva da mesma maneira...