…Pra chegar até aqui!

Indo aonde a nona arte estiver

Tudo começa em algum lugar. Em alguns casos o começo deixa bem claro onde a estrada vai te levar, mas em outros nem dá para imaginar onde vamos chegar. E meu caso com certeza foi o segundo.

Como já escrevi, sou leitor de quadrinhos desde que me entendo por gente. Sempre gostei de revistas como a extinta Wizard/Wizmania, que me ajudava a conhecer mais o universo dos quadrinhos e selecionar melhor minhas compras, mas só isso. Resenhar e (imagine) produzir quadrinhos nunca fez parte de meus pensamentos.

A Guerra dos GibisLivros sobre quadrinhos eu nem pensava em comprar, afinal o recurso financeiro era limitado e, apesar de ser apaixonado por livros, sempre escolhia ler quadrinhos ao invés de ler sobre eles. Mas em outubro de 2005 minha esposa me presenteou com A Guerra dos Gibis, de Gonçalo Júnior, publicado pela Companhia das Letras.

Ela, como sempe, acertou em cheio – mas nenhum de nós dois tinha a menor ideia de onde aquela inocente leitura me levaria. Aquele livro despertou em mim uma curiosidade enorme sobre a produção de quadrinhos e me fez, pela primeira vez, desejar fazer parte daquilo.

Comecei a variar minhas aquisições entre gibis e livros sobre o assunto, adquirir quadrinhos de estilos mais diversificados, frequentar fóruns sobre a nona arte e, em 2008, conheci Lucas Pimenta em um destes fóruns. Daí as coisas se precipitaram em um fluxo que simplesmente (e felizmente) me arrastou.

Lucas também mora em Salvador, a uns 600 metros de onde resido, e acabamos nos conhecendo pessoalmente. Ainda no ano de 2008 participei (a convite do Lucas) do Primeiro Encontro de Quadrinistas de Salvador, onde conheci Marcello Fontana, Antônio Cedraz, André Leal, Hector Salas, Marcelo Lima, Betonasi, Valmar (só pra citar alguns) e muitos outros quadrinistas aqui da Soterópolis.

Os encontros subsequentes a este fizeram com que eu, Lucas e Marcello nos aproximássemos mais. Além de participarmos da lista de discussão dos quadrinistas, vivíamos trocando e-mail sobre nossas leituras e falando de coisas bacanas que gostaríamos de fazer. E estas coisas que gostaríamos de fazer acabaram transformando-se em projetos.Balões - Halloween

A nossa troca de mensagens foi agregando mais gente, como Lillo Parra, Portilho e Adalton. Finalmente, em março de 2010, acabamos criando uma lista de discussão pra facilitar a comunicação. Esta lista de discussão existe até hoje e todos os quadrados participam dela.

Ainda em 2010 a minha vontade de produzir quadrinhos, associada à minha incapacidade em desenhar, resultou nas primeiras tirinhas de Balões – publicadas no excelente O Inferno São os Outros, de Hector Salas. Naquele ano Balões ainda deu as caras na exposição 25 Anos de Axé.

Aquelas coisas bacanas que gostaríamos de fazer, agora com o título de projetos, continuaram a ser matutadas, discutidas e apoiadas por entusiastas como a nossa querida Oráculo (a.k.a Eve). Assim, na 2ª quinta-feira do ano de 2011, dia da Lavagem do Bonfim, o Quadro-a-Quadro teve seu primeiro post publicado pelo Lucas. Ainda naquele dia eu também fiz meu primeiro post, bem simpleszinho – mas eu não podia ficar de fora do nosso début.

Hoje é a 2ª quinta-feira do ano de 2012, dia da Lavagem do Bonfim, e o Quadro-a-Quadro completa seu primeiro ano de vida. Hoje completamos nosso primeiro ano compartilhando nossa paixão pela nona arte com você que nos acompanha. Completamos nosso primeiro ano indo aonde a nona arte estiver.

Durante este ano fiz amigos, conheci gente interessante, participei do maior evento de quadrinhos da América (FIQ 2011) e descobri que minha paixão pela nona arte poderia ajudar a fortalecê-la. Acredito que este será o caminho que trilharemos juntos (Quadro-a-Quadro e você, querido leitor) em 2012: o do fortalecimento da nona arte no Brasil.

Super BoloParabéns aos quadrados Lucas Pimenta, Marcello Fontana, Lillo Parra (meus irmãos de nona arte), Eve, Portilho, Dadal, Dan, Edimário, Sou (Soraya), Loo (Luciana), Guido e Bira. Que nossa casa seja a cada dia o recanto de mais e mais apaixonados por quadrinhos.

Parabéns ao Quadro-a-Quadro por esse primeiro ano de vida. Que muitos outros se sucedam e que cada um seja melhor que o anterior.

Parabéns a você que nos acompanha lendo, deixando comentários, twittando ou curtindo. Que tenha cada vez mais motivos pra continuar voltando.

Parabéns a todos nós, apaixonados pela nona arte! O Quadro-a-Quadro é um reflexo desta paixão, enquanto ela existir a nona arte se manifestará em algum lugar – e iremos aonde ela estiver.

————————

P.S.: Se alguém olhar na calendário vai perceber que a 2ª quinta-feira de 2011 foi no dia 13 de janeiro. Mas desde a criação do Quadro-a-Quadro ficou acertado que nosso aniversário seria sempre no dia da Lavagem do Bonfim, que ocorre invariavelmente na 2ª quinta-feira depois do Dia de Reis, independentemente da data.

P.S. 2: espero que um dia desses possamos comemorar nosso aniversário na Lavagem do Bonfim… 🙂

Lavagem do Bonfim - Colina Sagrada

— Sergio Barretto teve um passado nebuloso sobre o qual nunca fala. Ninguém sabe ao certo o que ele fazia, mas alguns indícios de ações secretas e aterradoras já desestimularam muita agente a continuar investigando. Hoje é um homem sério, cumpridor de seus deveres e apaixonado por histórias em quadrinhos desde que se entende por gente, e a cada ano faz mais tempo que ele se entende por gente. Faz parte do Quadro a Quadro desde sua criação e costuma ser gente boa, mas as vezes passa a impressão de que seu passado sombrio pode retornar a qualquer momento, pondo a todos em perigo.