A meia noite de terça-feira as comic shops americanas começaram as vendas de Justice League #1, 1.º título da The New 52, a nova DC.

A revista tem roteiro de Geoff Johns e arte de Jim Lee.

A arte segue a linha de Jim Lee, é o mesmo traço dele de sempre, para alguns é bom pois mantém seu traço característico, mas para outros como eu, não curto muito pois não vejo inovação.

As cores é um grande atrativo da revista e casa muito bem com a arte de Lee. Principalmente nas cenas que o Lanterna Verde cria algum construto, cada peça tem luz própria, parece energia de verdade.

A história começa 5 anos no passado. Batman está perseguindo um suspeito sobre os prédios de Gotham e a polícia está atrás dos dois.

Batman encurrala o suspeito que revida e revela ser mais do que aparentava, o Homem-Morcego é salvo pelo Lanterna Verde, que aqui deixa bem claro que é um novato, muito confiante nos poderes do anel.

Os dois perseguem o suspeito até os esgotos onde o mesmo se suicida explodindo após gritar "POR DARKSEID".

Pelo visual da criatura já deixava claro que era uma versão Wildstorm dos Parademonios de Apokolips, como a ameaça é de natureza extraterrestre, a dupla se associa para ir em busca do Superman – que, segundo boatos, é um alien – deixando o gancho para proxima edição: Superman vs Batman!

Os outros membros da Liga não aparecem nessa edição, apenas Cyborg faz uma ponta, como Vic Stone.

Na edição tem alguns sketches e esboços de Jim Lee, explicando o visual dos personagens. Por sinal o visual de Batman lembra bastante o do filme Batman Begins, onde a roupa é uma armadura.

Não é uma revista ruim, preciso ler mais algumas edições para formar minha opinião, mas por enquanto nada me surpreendeu e se as revistas da nova DC seguirem essa linha, será como uma versão Wildstorm do Universo DC.

— O Dan é desenhista, designer, gamer e herói suburbano. Dan is a Cartunist, designer, gamer and underground hero.