No dia 11/9/2014 a Nona Arte perdeu um gigante sincero, generoso e brilhante – um guerreiro. Seu nome é Antônio Cedraz e ele alcançou um tipo raro de imortalidade, uma imortalidade que o fará eterno através de seus personagens, do seu papel na história da na nona arte brasileira e dos trabalhos de todos aqueles...