Esta semana a internet foi palco de calorosas discussões sobre um tema bem antigo: as super-heróinas e seus uniformes.

O ilustrador Michael Lee Lunsford recentemente publicou uma série de de ilustrações re-imaginando algumas super-heroínas com uniformes que cobrem todo o corpo que, segundo ele, foram apenas um exercício criativo, sem nenhum tom de moralidade.

 

Confiram:

Canário Negro

Canário Negro

 

Zatanna

 

Mulher Maravilha

 

Vampirella

 

Supergirl

 

Elektra

 

Psyloche

 

Poderosa

 

As versões de Michael Lee causaram certo furor pela rede, muitos elogiando e muitos outros discordando. Moralidade à parte, o artista parece que teve um vislumbre da decisão editorial da DC Comics ao propor a reformulação da Zatanna. O anuncio foi feito pelo roteirista Geoff Johns no seu twitter:

 

 

A reformulação resgata um clima noir típica dos anos 30-40, época em que personagens que serviram de base para a ilusionista foram destaque, como Mandrake por exemplo.

 

E vocês, leitores? O que acharam? Deixe sua opinião nos comentários!

— Adalton nasceu no último dia de uma lua cheia, mas acha que isso não tem nenhuma relação com a sua vida; começou comprando quadrinhos por puro modismo - uma edição da Turma da Mônica parodiando Jurassic Park; sua primeira compra consciente foi a edição nº 01 de Batman: A queda do Morcego, ainda formatinho. Acredita que irá terminar a graduação em Letras antes da catástrofe de 2012 e daqui até lá está estudando parte das traduções intersemióticas das peças de Shakespeare já produzidas. E nos interlúdios, tenta produzir roteiros a partir idéias rabiscadas em antigos pedaços de papel.