O argentino Eternauta é sem sombra de dúvidas o mais importante personagem latino americano fora das categorias infantil ou humorístico. Criado na década de 1950 pelo genial Hector Oesterheld e ilustrado por Solano Lopes, tornou-se símbolo de resistência em vários países da América Hispânica.

Verdadeira inspiração para as gerações que vivenciaram ditaduras… e também para os novos tempos. Por quê não?

"Sua luta, bem como a luta de seus companheiros e de todos os homens que combateram contra a invasão, não terá sido em vão, ainda que assim pareça."

Mas o post de hoje é só para mostrar alguns grafites e stencils do personagem, fotografados nas ruas de Buenos Aires.

Com certeza voltaremos a falar do Eternauta por aqui.

Em tempo: a Martins Fontes anunciou no ano passado que adquiriu os direitos para a publicação do personagem no Brasil. Permanecemos na espera.

 

— Não gosta de falar sobre si mesmo, mas a sua orelha queima quando estão falando dele.