Que o FIQ é o Festival Internacional de Quadrinhos e que acontece em Belo Horizonte entre os dias 09 e 13 de novembro deste ano, você já leu várias vezes aqui no QaQ.

O que você ainda não sabe é que o rol de convidados foi reforçado com o nome de dois pesos pesados dos quadrinhos.

O primeiro, e mais conhecido no Brasil, é ninguém menos que Bill Sienkiewicz, um dos mais renomados quadrinistas norte-americanos da atualidade. Com uma extensa carreira, tem como trabalhos mais populares aqueles feitos para a Marvel Comics, como Elektra Assassina, Demolidor – Guerra e Paz,  Novos Mutantes, Wolverine – Fúria Interior, Cavaleiro da Lua, X-Men e outros. Também é autor do clássico inacabado Big Numbers, em parceria com Alan Moore e da biografia em quadrinhos de Jimmy Hendrix, Vodoo Child. Sienkiewicz é dono de um traço inconfundível marcado por belíssimas artes pintadas.

O outro reforço na lista é o argentino Horácio Altuna, famoso por suas belíssimas mulheres. Entre seus trabalhos mais importantes está a série "El Loco Chávez" (nada a ver com o presidente da Venezuela), em parceria com o roteirista Carlos Trillo. Altuna participou, com a HQ "Hot LA", da antologia argentino-brasileira, Fierro n.º 1, publicada este ano pela Zarabatana.

— Não gosta de falar sobre si mesmo, mas a sua orelha queima quando estão falando dele.