Para quem não sabe, Hawk and Dove #1(Rapina e Columba), tem a arte magistral do mestre Rob Liefeld e roteiro de Sterling Gates. Apesar de todo alvoroço por causa do desenhista, esse título esgotou nas bancas americanas.

Bem, vamos começar a resenha.

A história mostra Rapina e Columba detendo os agentes de Alexander Quirk, um terrorista científico, os agentes dele roubaram um avião com uma carga de zumbis. A dupla frusta os planos do vilão e após isso Rapina discute com o pai por que não quer voltar para escola.

Basicamente é isso, Sterling Gates mostra uma dupla disfuncional em começo de carreira, tem zumbis, brigas familiares, namorado fantasma e contrapartes malignas.

Eles ainda não trabalham bem juntos e Rapina sente falta do irmão. Ja Columba, tem algo relacionado a Don Hall que ela nunca contou a Rapina. E aqui ela mantém o relacionamento com o Desafiador, coisa que ja acontecia na DC antiga.

A arte é uma coisa que prefiro não falar, mas só mostrar.

A capa é uma coisa que dá para colocar num quadro.

É impressão minha ou a estrutura óssea do zumbi muda de um quadro pro outro?

Por que todos os zumbis do Liefeld são carecas e banguelas?


Esse policial que fala com eles, por que ele olha para o leitor e sorri? Dava para mudar a fala dele para "pegadinha do malandro."

Liefeld retrata de forma perfeita a cidade abaixo de Desafiador e Columba.

 

La vem a apelação, contraparte maligna!

E pensar que esse é um título que esgotou!!! Esgotou!!! Deve ser uma conspiração para falir a indústria de quadrinhos só isso explica uma edição como essa.

E esse fato de Rapina briga com o pai por causa da escola, quem foi que escreveu isso o Restart?

— O Dan é desenhista, designer, gamer e herói suburbano. Dan is a Cartunist, designer, gamer and underground hero.