O final da tarde de sábado foi muito positivo para ossoteropolitanos amantes da nona arte , como parte do evento 24 Horas de Quadrinhos, realizado em Salvador pela RV Quadrinhos, rolou um bate papo de Rafael Coutinho, autor de Cachalote e da websérie Beijo Adolescente.

Mediado por Marcello Fontana, roteirista de São Jorge da Mata Escura, o bate-papo com Rafael foi desde seu processo de trabalho até seus gostos pessoais por música – que ele também utiliza como referência para desenhar. Entre as influências sobre seu trabalho como quadrinista (Rafael é artista plástico, escultor, pintor, diretor e animador) ele citou Michelanxo Prado, Moebius, Katsuhiro Otomo, Jaime Hernandes e duplas como Berardi/Milazzo.

De sua participação no coletivo Base V até a publicação de Cachalote, Rafael fez um pouco de tudo e afirma que hoje é possível viver de quadrinhos no Brasil – desde que se perceba as múltiplas formas de ganhar dinheiro com a nona arte. No entanto avisa: " faça seu trabalho o melhor".

Ao falar de Mensur, seu atual projeto na área dos quadrinhos, ele destacou a importância de um roteiro bem escrito. Ao final da conversa, Rafael autografou seus trabalhos para os presentes e foi muito simpático fazendo duas belas ilustrações para o Quadro a Quadro.

Espero voltar a encontrar Rafael no FIQ 2011 (em Belo Horizonte), onde o Quadro-a-Quadro estará com um stand!

— Sergio Barretto teve um passado nebuloso sobre o qual nunca fala. Ninguém sabe ao certo o que ele fazia, mas alguns indícios de ações secretas e aterradoras já desestimularam muita agente a continuar investigando. Hoje é um homem sério, cumpridor de seus deveres e apaixonado por histórias em quadrinhos desde que se entende por gente, e a cada ano faz mais tempo que ele se entende por gente. Faz parte do Quadro a Quadro desde sua criação e costuma ser gente boa, mas as vezes passa a impressão de que seu passado sombrio pode retornar a qualquer momento, pondo a todos em perigo.