[Press Release]

Muzinga.net apresenta séries de quadrinhos exclusivos sobre personagens diversos

224922_4103568708757_1184608601_nUm dos mais conhecidos e premiados autor de histórias em quadrinhos do Brasil, André Diniz encara o segundo semestre de 2015 como um dos períodos mais produtivos e criativos de sua trajetória. E a vazão para tamanha inspiração é digital. O site Muzinga (www.muzinga.net) apresenta uma equipe de desenhistas e roteiristas talentosos que garantem a atualização semanal de seis séries em quadrinhos — todas inéditas e publicadas exclusivamente no site. Entre os temas das histórias, estão a busca por um lugar no mundo, a luta pelo recomeço em uma nova vida e a solidão na cidade de São Paulo.

Artista experiente, André se mostra também um autor em busca permanente por um novo meio de expressão. Esta foi a motivação para a criação do site Muzinga em 2013, que a princípio contava apenas com HQs escritas e desenhadas por André e colorizadas por sua esposa, Marcela Mannheimer. A constituição de uma equipe com outros talentos deu-se pelo volume de trabalho imposto pelo projeto de atualização semanal e pela possibilidade de ampliar o espectro criativo do acervo de Muzinga. Sobre o espaço da internet como veículo de publicação, André, que já teve uma experiência do gênero, não crê em substituição do papel pelo digital: 

— A produção de quadrinhos no Brasil, por mais que esteja em um momento incrível, ainda guarda uma série de obstáculos entre autor e leitor. A distribuição é restrita e difícil e o papel impõe uma série de limitações à produção. No digital, a HQ pode ter qualquer formato, número de páginas ou periodicidade. No entanto, eu não acredito em uma oposição entre digital e papel, e sim em uma colaboração — explica.

Diagnóstico de depressão foi tanto obstáculo quanto inspiração para o projeto

Uma das histórias apresentadas pelo site conta também um importante capítulo da biografia do autor. O projeto Muzinga enfrentou um contratempo e uma suspensão inesperada: um diagnóstico de depressão em 2014, percalço que André revertou ao seu favor e transformou-o em inspiração para criar. A série “Depressão Zen” conta a história do próprio autor e sua relação com a doença, que até então jamais estivera presente em sua vida.

— Nunca tive uma personalidade depressiva, sou uma pessoa otimista que se sente feliz com as coisas simples. Nunca tive os sentimentos mais evidentes de depressão. A minha primeira suspeita foi uma perda da sensação de prazer e recompensa. De 2011 pra cá, tive com certeza a melhor fase da minha vida, com sucessos profissionais, a publicação da minha HQ “Morro da Favela” na França, Portugal e Inglaterra, lançamentos e exposições na Europa. Várias questões familiares e pessoais também tiveram ótimos desfechos. Porém, a cada coisa maravilhosa que acontecia, mais indiferente eu ficava — revela o quadrinista, cujo tratamento com medicação tem produzido resultados felizes: — Acho que nunca escrevi tanto, nunca tive tantas ideias ao mesmo tempo. Em termos de criatividade, este é um dos períodos mais ricos — confidencia.

A criatividade pujante de André encontrou em uma equipe de colaboradores a parceria perfeita para a produção de histórias em quadrinhos que são sensíveis, inteligentes e sofisticadas. Os quadrinistas Antonio Eder, Jefferson Costa, Pri Wii e Tainan Rocha, além da colorista Marcela Mannheimer, esposa de André, enriquecem as histórias do site Muzinga com seus talentos em roteiro e traço.

As HQs de Muzinga.net são atualizadas todas as terças-feiras.

Sobre as HQs

03 MZ5 - 2Muzinga
Roteiro e desenhos de André Diniz (em breve, também Jefferson Costa); cores de Marcela Mannheimer.

O personagem-título, um andarilho poliglota às vésperas de seu bicentenário de vida, conduz o leitor por um desfile de personagens excêntricos e misteriosos, em meio a reflexões sobre culpa, existência e a posição do Homem diante das incertezas: “Prefiro ter a dúvida certa do que uma resposta que pode não servir de nada”, diz Muzinga.

Zaqueu
Roteiro de André Diniz; desenhos de Antonio Eder; cores de Marcela Mannheimer.

O deslocado, soturno e sensível adolescente Zaqueu em busca de seu lugar no mundo. A cidade de São Paulo é cenário para personagens igualmente deslocados que às vezes inspiram Zaqueu em seus desenhos, e lhe oferece fuga de um lar carente de afeto.

Jordana
Roteiro de André Diniz; desenhos de Tainan Rocha; cores de Marcela Mannheimer.

Jordana agora é mãe solteira por força das circunstâncias: seu marido está preso por homicídio e o desafio da personagem é enfrentar seus fantasmas, seus traumas e seus ódios. Parte de sua história é apresentada através de seus sonhos, onde seus medos, fantasias, desejos e paixões são revelados de forma simbólica, sem censura e sem controle.

zaqueu_12_03Almas Mortas
Roteiro e desenhos de André Diniz; cores de Marcela Mannheimer.

Narrativa descontinuada sobre os delírios sangrentos e kafkianos de personagens anônimos que buscam o perdão, a vingança, a rendição e — mais importante — buscam a si mesmos.

7 Vidas – Diário de Vidas Passadas
Roteiro de André Diniz; desenhos de Antonio Eder, e cores de Marcela Mannheimer.

Uma envolvente história sobre a experiência de regressão a vidas passadas inspirada em episódios vividos pelo próprio André Diniz.

Depressão Zen
Roteiro e desenhos de André Diniz; cores de Marcela Mannheimer.

Registro da relação do autor com uma convidada inconveniente e inesperada chamada depressão. Os sintomas, a suspeita, o diagnóstico, o tratamento e as tentativas em lidar com percalços típicos da doença (inclusive a decisão de transpor sua história para os quadrinhos) são retratados com a sensibilidade pela qual o autor é reconhecido.

Sobre os autores

André Diniz
André Diniz é roteirista e desenhista de histórias em quadrinhos. Carioca, nascido em 1975, reside hoje em São Paulo. Entre seus trabalhos mais conhecidos, estão “Fawcett”, “7 Vidas”, “O Quilombo Orum Aiê”, “Morro da Favela” e “A Cachoeira de Paulo Afonso”. Em 2011, lançou "Morro da Favela", a biografia de Maurício Hora, fotógrafo do Morro da Providência, no Rio de Janeiro, pelas editoras Barba Negra e LeYa. Em 2012, "Morro da Favela" foi publicado na França ("Photo de La Favela"), Portugal e Inglaterra ("Pictute a Favela"). De 2000 até hoje, recebeu 18 prêmios, entre eles três troféus HQ Mix de melhor roteirista. Desde 2012, André Diniz também é professor de roteiros para quadrinhos na Quanta Academia de Artes, em São Paulo.

Marcela Mannheimer
Professora de artes, artista plástica, ilustradora e colorista. Carioca, nasceu em 1973 e reside hoje em São Paulo. Após 11 anos de magistério, Marcela dedica-se, desde 2009, à colorização de histórias em quadrinhos e ilustrações. Entre outras obras, trabalhou nos álbuns “O Negrinho do Pastoreio”, “Z de Zelito” e “Homem de Neandertal”.

Antonio Eder
Ilustrador e quadrinista de Curitiba. Já ganhou os prêmios Angelo Agostini e HQMix. Publicou e editou diversos títulos de HQs, em parceria com André Diniz publicou "Chalaça, o amigo do imperador" e "7 Vidas". É sócio diretor da Dogzilla Studio em Curitiba.http://antonioeder.blogspot.com

depressao0101Tainan Rocha
Já publicou HQs de forma independente e nas revistas da editora Abril, alguns livros didáticos e outras coisas do gênero. Desenhou a HQ "Imagine Zumbis na Copa" (Giz Editorial). Trabalha como coordenador na Quanta Academia de Artes. Tem uma banda de rock n´roll chamada Monocelha (facebook.com/monocelharock). Mais artes em: tainanrochailustracao.tumblr.com

Pri Wi
Ilustradora, quadrinista e amante de boas histórias. Formada em artes plásticas, professora da Quanta Academia de Artes. Queria ser jornalista para contar histórias reais. Hoje,vive e produz Fantasia.

Jefferson Costa
Desenhista de HQs, publicou no Brasil os títulos: "A Tempestade" (prêmio HQ Mix de melhor adaptação); "A Dama do Martinelli"; "Quebra Queixo Technorama", vol.1, 2 e 3; "Fim do Mundo em quadrinhos". Nos EUA, publicou HQs nas antologias "Gunned Down" e "Outlaw Territory 3", além da adaptação " Kiss me Judas". Atualmente, produz as novelas gráficas "Arcane Sally & Mr. Steam" e “La Dansarina”. Trabalhou também em concept, desenho de personagem e cenários na série de desenho animado "Historietas Assombradas para Crianças Malcriadas", da Cartoon Network Brasil, além das séries da MTV, "Megaliga", "Fudêncio", "The Jorges" e "Rockstarghost".

Laudo Ferreira
Roteirista e desenhista de quadrinhos, atuante há juitos anos no cenário dos quadrinhos, transitando entre o cenário independente e editorial. Ganhou alguns prêmios da área como HQ Mix e o Prêmio Ângelo Agostini. Entre seus trabalhos mais conhecidos estão “Histórias do Clube da Esquina”, a série da personagem Tianinha e a trilogia Yeshuah.

Saiba mais!
Site Muzinga: quadrinhos digitais
Endereço: 
www.muzinga.net
Autores: André Diniz, Marcela Mannheimer, Antonio Eder, Tainan Rocha, Pri Wi e Jefferson Costa, Laudo Ferreira.
Séries de quadrinhos publicadas: “Muzinga”, “Zaqueu”, “Jordana”, “Almas Mortas”, “7 Vidas” e “Depressão Zen”.

facebook.com/muzingaHQs


pinterest.com/muzinga


@Muzinga_HQs

— Lucas Pimenta queria ser Martin Mystère. Não queria uma pistola de raios e sim a capacidade de enrolar uma noiva da mesma maneira...