Uma das séries mais importantes dos quadrinhos independentes chega finalmente ao Brasil!

capa_perdidoemalpago1 copyCom muito humor e tendo como pano de fundo o amor pela cultura pop e as neuroses da vida na cidade grande, o cartunista Bob Fingerman conta a história de um romance moderno, cheio de divertidas e dramáticas reviravoltas

A Vida é um drama… mas só às vezes!

Rob Hoffman não tem muitos problemas na vida. Ele trabalha como desenhista de gibis pornográficos, escreve críticas de histórias em quadrinhos e tem uma existência regada a filmes, livros e seriados de TV.

Mas as coisas começam a mudar quando Rob resolve que é hora de tornar mais sério seu relacionamento com a namorada, Sylvia Fanucci. Agora, Rob terá que procurar um novo apartamento, se preocupar com os desafios da vida a dois, enfrentar a possibilidade de uma gravidez indesejada e, ainda por cima, visitar convenções de quadrinhos frequentadas pelos tipos mais inusitados já vistos.

Pelo menos, Bob tem um grupo de amigos malucos e divertidos, sempre prontos a apoiá-lo. Entre eles estão Jack, um celibatário fissurado em literatura e HQs; Max, que nunca dá sorte com as garotas; Maddie, a amiga lésbica de Sylvia; Elvis, um rotundo editor de revistas; Matt, um viciado em filmes e bonecos de Godzilla; e a namorada deste, a stripper Azure.

Uma das séries em quadrinhos mais elogiadas do cenário independente norte-americano, Perdido e Mal Pago (Minimum Wage) mistura drama, humor e referências à Cultura Pop para contar uma história humana e divertida com a qual os leitores se identificarão imediatamente. Criada pelo quadrinista e romancista Bob Fingerman, a série foi indicado aos prestigiados prêmios Eisner e Ignatz na categoria “Melhor Graphic Novel” em 2003 e se tornou uma referência para o mercado. Entre os destaques do primeiro volume da série no Brasil, que traz o subtítulo “Nerds em Apuros”, está uma história sobre aborto que causou polêmica à época de seu lançamento.

Extras: Capa produzida especialmente para o Brasil • Introdução do autor, exclusiva para a edição nacional • Rascunhos iniciais dos personagens • Guia de referências culturais

Assista ao booktrailer:

O que já foi dito sobre o quadrinho:

“Uma comédia genuinamente romântica. Fingerman faz pausas no drama para incluir representações realisticamente dolorosas da cultura nerd.”

Booksense.com

“A narrativa tem a inteligência de uma ótima sitcom.”

Frank Plowright, 1001 Quadrinhos para Ler Antes de Morrer

“Se eu tivesse a tarefa de apresentar os quadrinhos a alguém, em uma tentativa de fazê-lo amar essa mídia tanto quanto eu, o faria ler Watchmen, Bone, Savage Dragon e Perdido e Mal Pago.

Robert Kirkman, autor de The Walking Dead

“O Sr. Fingerman é um sujeito profundamente talentoso, criativo e perturbado.”

Max Brooks, autor de Guerra Mundial Z

“Leva a pensar que os quadrinhos podem ser A grande forma de arte dos Estados Unidos.”

Comic Buyer´s Guide

“Diálogos que poderiam estar no teatro.”

Entertainment Weekly

"Excepcional."

Publishers Weekly

"Poderia facilmente ter sido escrito como um livro convencional."

The Washington Post

"Original e muito divertido. Uma joia rara."

The Patriot News

"Talvez seja o grande romance ilustrado norte-americano."

Cinescape

___________________________________

Serviço:

Perdido e Mal Pago: Nerds em Apuros

Roteiro e arte: Bob Fingerman

Tradução: Maurício Muniz

Formato: 21 x 26 cm

112 páginas em preto e branco

Gal Editora

Preço: R$ 36,00

— Lucas Pimenta queria ser Martin Mystère. Não queria uma pistola de raios e sim a capacidade de enrolar uma noiva da mesma maneira...