Ernesto Diniz, tradutor e pesquisador em Tradução Intersemiótica, publicou um o excelente texto no Intersemiotica.com refletindo sobre uma questão que há tempos se polemiza no meio acadêmico/literário: é possivel considerar as histórias em quadrinhos literatura?

Confira o texto clicando na imagem abaixo.

— Adalton nasceu no último dia de uma lua cheia, mas acha que isso não tem nenhuma relação com a sua vida; começou comprando quadrinhos por puro modismo - uma edição da Turma da Mônica parodiando Jurassic Park; sua primeira compra consciente foi a edição nº 01 de Batman: A queda do Morcego, ainda formatinho. Acredita que irá terminar a graduação em Letras antes da catástrofe de 2012 e daqui até lá está estudando parte das traduções intersemióticas das peças de Shakespeare já produzidas. E nos interlúdios, tenta produzir roteiros a partir idéias rabiscadas em antigos pedaços de papel.