Morreu no dia de hoje (15) o escritor Joe Simon, um dos maiores nomes da Era de Ouro dos quadrinhos norte-americanos. Dentre as diversas criações que participou nos anos 40 e 50, destaca-se principalmente o Capitão América, originado da parceria com o desenhista Jack Kirby pela Timely Comics

Além do soldado superpoderoso, a dupla Simon & Kirby concebeu outros personagens emblemáticos para os quadrinhos, como os super-heróis Sandman, The Fly (personagem importante na polêmica com a criação do Homem-Aranha) e Caçador, além de obras na temática horror (Black Magic), Guerra (Boy Commandos) e Western (com Boys' Ranch)

 

— é soteropolitano do condado de Brotas, o lendário bairro-cidade da capital Baiana. Lê e comenta sobre quadrinhos dos mais variados, além de ser aficionado por futebol em todos os níveis, desde uma final de Champions League a um confronto entre Butão e Montserrat. Sua eterna crença em times inexpressivos foi nomeada pelos amigos twitteiros de #momentoedimario… Além disso, acompanha qualquer seriado sci-fi de qualquer parte do globo, e sempre é fascinado por qualquer cronologia possível, até em novelas. Alguns dizem que pode viajar entre os multiversos apenas atravessando as ladeiras brotenses, outros que faz parte do conselho interdimensional e tem passe livre para navegar entre a matéria e a antimatéria. Relatos de sua presença em lugares como Paris, Tóquio, Nova York, Attilan, M-78, Rann e Trill são conhecidos, mas nunca foram confirmados.