Tô devendo essa resenha há um tempão porque terminei de ler as duas HQ da série tem bem mais de mês.
E é isso, Lizzie Bordello e as Piratas do Espaço é uma série que já tem duas revistas e ao que tudo indica, Deus e suas amigas estão indo para o seu terceiro volume. Atualmente as meninas estão de férias e andam postando suas fotos pra matar o povo de inveja na rede social do futuro:  O Fuçabuqui.

ferias-com-capeta-02
Ah, péra, você não conhece as Deus e as piratas "bagaceiras" (na definição da própria autora) da Germana Viana?  Bom, então a primeira coisa que precisa saber é que se conviver um pouquinho com a Germana irá sacar rapidinho que Lizzie Bordello e as Piratas do Espaço é uma história que é a cara dela! Ninguém mais poderia ter concebido as aventuras divertidíssimas dessa turma.
Lizzie Bordello é a capitã da nave espacial e conta com Fran (de acordo com minha filha a Germana desenhou errado, porque a Fran tem traços de homem, mas ela sabe que sempre foi mulher!), Lambretinha (a novata) e Deus para ajudar a combater uma série de vilões bizarros e causar desordem no universo. Mas não fazem isso sozinha: Deus, que é bisexual e negra (olha a representatividade aí gente!) tem uma irmã que deixa qualquer vilão no chinelo, a Capeta! Mais atrapalha do que ajuda, mas é da família, você sabe como é, né?
Entre uma batalha e outra, sobra tempo para se divertirem e como se divertem, viu? Certa vez acharam um botão misterioso que causava orgasmos na galera (nem é spoiler, tá? Tem que ler a HQ pra ver o que acontece), mas essa referência à clássica "Click" de Milo Manara é apenas uma das centenas de referências que você irá encontrar, porque a Germana é muito fã de um monte de coisas, como aquelas bandas que eu nunca ouvi falar, Doctor Who (esqueci quais eram os doutores favoritos dela!rs), todo tipo de nerdice relacionada à ficção ciêntifica, HQ, HQ, HQ, super-heróis e fanfics de super-heróis, principalmente aquelas que shippam o Buck e o Steve (#Stucky). Ou seja, pessoas que como eu (e o Capitão América) adoram entender uma referência, irão amar.

4-lizzie-bordello-page-2

E, olha, não é uma HQ de meninas, viu? Pode deixar esse seu preconceito de lado. Germana consegue falar de representatividade LGBT sem precisar fazer de sua história uma narrativa panfletária. Lizzie Bordello e as Piratas do Espaço, assim como muita coisa que tenho lido e gostado, também é despretensiosa, embora a Germana seja uma artista de mão cheia e isso é facilmente notado não só no seu traço e arte, como no próprio roteiro, que é muito divertido, capaz de agradar públicos diferentes.
Germana estará na CCXP e recomendo que você reserve uma graninha pra mesa dela, porque além das famosas paper dolls com roupas diferentes para as personagens, os prints dela sempre fazem muito sucesso e costumam estar em várias das exposições nos eventos de HQ do Brasil todo. Se passar por lá, pode levar café e pão de queijo que você fará uma artista muito feliz! Hehehe
Também é possível acompanhar as Piratas pelo site e se gostar (sei que vai gostar) você pode adquirir as versões impressas que trazem algumas histórias inéditas e extras. 
http://www.lizziebordello.com/

13445724_10209672815479858_3157161335849429551_n

— Dani Marino é formada em Letras e ainda não decidiu se prefere viver no Sonhar, em Nárnia ou em Hogwarts.