Injustice – Gods among us é um jogo de luta com os personagens da DC. Desenvolvido pelo NetherRealm Studios, responsável pelo último jogo da série Mortal Kombat.

A História

Em Injustice, Superman é manipulado pelo Coringa e acaba matando Lois (grávida) e boa parte da população de Metrôpolis. Isso enlouquece o Homem-de-Aço e o faz tomar o controle do mundo e estabelecer um regime totalitário.

Tudo isso em um universo paralelo. No universo tradicional, o Coringa arma uma bomba nuclear no centro de Metrôpolis, os heróis tentam dete-lo, mas na hora da detonação boa parte deles e o Coringa, são transportados para o universo paralelo.

Agora os heróis da Liga precisam se juntar com os últimos heróis desse universo, deter o regime do Superman e voltar para casa.

Essa trama lembra as histórias de Terra 2 (de Grant Morrison) e Crise nas duas Terras (animação), a Liga desse universo alternativo lembra o Sindicato do Crime. Por sinal, Lex Luthor desse universo é um dos mocinhos e tenta a todo custo deter o Superman. 

Um dos trunfos do último Mortal Kombat era o Story Mode que permitia jogar com vários personagens enquanto explorava a história do jogo. Em Injustice o Story mode segue a mesma linha, e faz com que o jogador fique imerso nos combates e no que acontece entre eles. Apesar de alguns momentos clichês de briga entre heróis, a história é boa e prende a atenção até o final.

Não vou comentar o final do jogo, mas lembra o final de Crise Infinita.

A Jogabilidade

O jogo lembra muito Mortal Kombat, mas sem fatalites, no lugar dele temos golpes especiais que podem ser executados quando se enche a barra de energia, bem no estilo Marvel Vs Capcom

Os controles são simples, um botão de ataque forte, médio e fraco, um botão de agarrar e etc. Essa simplicidade resulta em combos mais fluidos sem muita dificuldade na execução.

Os golpes especiais estão la e seguem a linha básica haduken, pra trás e pra frente e etc.

Uma das coisas que mais gostei no jogo, foi a interação com o cenário. Vários elementos de cada "arena", podem ser usados como arma, incluído as transições de cenário, em uma delas, o oponente é lançado em um tubo de explosão e cai em Apokolips, na frente de Darkseid, que da uma sequência e manda o combalido oponente de volta a Terra.

A Dificuldade.

Injustice não é um jogo difícil para quem já tem o costume de aprender os combos e golpes e soltar tudo na hora certa, mas para quem não esta acostumado com o estilo do jogo, cada vez que é derrotado, automaticamente o jogo fica mais fácil. Suei um pouco para derrotar Solomon Grundy, Apocalypse e Superman do mal.

Os Extras

Como todo bom jogo hoje em dia, temos vários extras, roupas alternativas, sketches, músicas e etc.

Quando o jogo é finalizado a roupa Superman: Godfall é liberada.

Particularmente gostei muito de Injustice. Tinha receio dele ser parecido demais com Mortal Kombat, mas ele acabou saindo um Mortal Kombat superior.

Ainda estou jogando ele para liberar os extras e praticando para futuros torneios.

O jogo será lançado oficialmente no dia 16 de Abril para as plataformas Wii U, PlayStation 3 e Xbox 360.

No dia 17 de Abril, às 19 horas na Planet Games do Shopping Bela Vista (em Salvador) vai ter o lançamento do jogo, com direito a mesa redonda, prêmios e torneio.

Trailer:

— O Dan é desenhista, designer, gamer e herói suburbano. Dan is a Cartunist, designer, gamer and underground hero.