Wellington Srbek comemora em 2011 seus 25 anos de carreira. Não, você não entendeu errado, o jovem roteirista mineiro está comemorando 1/4 de século envolvido com gibis.

Nem todos esses anos ele esteve no mercado profissional. Seus 25 anos contam a partir da confecção de sua 1ª história, ainda guri.

Mas no final das contas, é exatamente a partir dali que o tempo deve contar. Ninguém se faz roteirista de quadrinhos da noite para o dia. O processo é muito maior do que uma simples decisão profissional.

É um processo que envolve paixão, erros, acertos, decepções e uma carga muito grande (mas muito grande mesmo) de trabalho – em quadrinhos ou não.

De sua 1ª história para sua estréia profissional passaram-se 10 anos. E sua estréia, como a da grande maioria dos roteiristas brasileiros, aconteceu no circuito independente.

Em março de 1996 era publicada a revista Solar. O personagem título tinha cheiro, cor e forma de super herói. Mas já naquela época Srbek mostrava seu talento narrativo. Misturando de forma consistente folclore, mitologia e ação, Solar possui uma qualidade ímpar para uma revista de estréia, fugindo dos estereótipos tão comuns ao gênero, e abriu caminho para o jovem mineiro que queria escrever quadrinhos.

Reformulado em 2009, o personagem – nas mãos de um já tarimbado roteirista, autor de Estórias Gerais, um dos clássicos de nossos quadrinhos em parceria com o Mestre Colin – Solar ganhou uma nova origem, numa série composta de 03 volumes (o último ainda inédito).

Inexplicavelmente, mesmo após Srbek ter colecionado uma série de prêmios e o respeito de toda a classe, nenhuma editora se interessou em publicar esse instigante super herói nacional, com poderes xamanísticos e origem mitológica.

Para a nossa sorte, Srbek está comemorando seus 25 anos nos quadrinhos e 15 de carreira profissional disponibilizando gratuitamente em pdf a versão original de Solar.

É uma ótima oportunidade para quem ainda não conhece o personagem ou só conhece sua nova versão.

E para os apaixonados por quadrinhos, é a chance de conferir o início de carreira de um dos mais talentosos roteiristas da atualidade.

Para baixar a versão em pdf: http://www.maisquadrinhos.com.br/extras/hqs_virtuais/solar.pdf

Para saber mais sobre SOLAR: http://maisquadrinhos.blogspot.com/search/label/Solar

Para conhecer a obra de Srbek, baixar outras revistas digitais ou comprar as edições de Solar:

http://maisquadrinhos.blogspot.com

http://www.maisquadrinhos.com.br/  

http://wellingtonsrbek.blogspot.com/

— morreu num acidente inexplicável na Serra da Cantareira. Antes que seus familiares percebessem, já havia virado um Zumbi. Para aplacar sua fome por cérebros humanos, passa as noites escrevendo no Gibi Rasgado. Seus amigos, com medo de seu apetite insaciável, o convidaram também para escrever no Quadro a Quadro. No momento ele está sob controle.