A Conrad Editora em seu perfil no microblog Twitter, publicou uma carta aos leitores informando em definitivo a situação sobre os mangás que publicava.

 
A negociação da editora paulista com a Shueisha já durava três anos e agora finalmente chegou ao fim. O resultado já era o esperado por muitos, mas com certeza não vai agradar a maioria dos leitores, pois a editora encerrou a publicação em definitivo da maioria das séries que publicou.
 
Segue abaixo a carta escrita por Rogério de Campos, diretor editorial da Conrad:
 
Caros leitores,
 
É como enorme satisfação que a Conrad Editora anuncia a volta de duas séries que marcaram a sua história e a própria história dos mangás no Brasil. Gen Pés Descalços e Cavaleiros do Zodíaco Episódio G voltarão a ser publicados no Brasil ainda no primeiro semestre de 2011.
 
A série Gen Pés Descalços foi lançada no Brasil pela Conrad em 1999, a partir da edição americana, com quatro volumes. Agora, a nova edição que iremos lançar é traduzida diretamente do original japonês, e terá dez volumes. Publicada originalmente em 1973, Gen Pés Descalços é um dos grandes clássicos da HQ mundial e teve influência decisiva sobre artistas como Art Spiegelman (Maus). A premiada edição da Conrad inspirou a publicação da mesma obra na França, na alemanha e na Índia.
 
Os Cavaleiros do Zodíaco são um fenômeno de sucesso que marcou mais de uma geração de brasileiros. Quanto a essa série Cavaleiros do Zodíaco Episódio G, era o mangá mais vendido das bancas brasileiras quando sua publicação foi interrompida. A Conrad retoma agora a partir do ponto em que a série foi paralisada.
 
Além desses dois títulos, voltaremos também, no início do próximo semestre, a publicar a série Battle Royale.
 
Se a Conrad tem sido a editora líder do mercado dos quadrinhos no Brasil, isso não acontece porque somos a maior editora, a das maiores vendagens ou a que mais publica, mas porque somos aqueles que apresentaram as tendências que serão, de maneira geral, seguidas pelas outras editoras do Brasil. É essa nossa vocação e é disso que nos orgulhamos; sermos aqueles que descobrem novos autores, que apresentam novas ideias. Que essa nossa postura resulte em vários grandes sucessos de vendas, diz muito do saudável interesse dos nossos leitores pelo novo.
 
Ao mesmo tempo, nos orgulhamos também de tratarmos bem os livros e revistas que publicamos, e de uma relação bem cordial e transparente com nossos autores e parceiros. A qualidade das edições da Conrad tem nos rendido diversos prêmios, sendo reconhecida até internacionalmente. Essa é uma das razões pela qual a quase totalidade dos autores, mesmo depois de fazerem sucesso o bastante para chamar a atenção de editoras maiores, optam por continuar na Conrad.
 
No entando, há momentos nos quais, por mais que nos esforcemos, a solução deixa de depender de nossa boa vontade. é quando surgem exigências impossíveis de serem satisfeitas por nós. Essa é a situação a que chegamos em relação à nossa tradicional parceria com a editora japonesa Shueisha. Durante os últimos anos, nos esforçamos muito para que chegássemos a uma solução que permitisse continuarmos publicando os títulos dessa editora no Brasil. Para nós, a questão nem era de interesse financeiro, mas do desejo de continuar o trabalho que havíamos iniciado. Infelizmente, tudo o que pudemos e fizemos não foi o bastante. Por isso, estamos anunciado a suspensão da publicação dos títulos vinculados à Shueisha em definitivo.
 
Nossos leitores podem, no entanto, ter a certeza que nosso compromisso com a qualidade e com a inovação estão mantidos. E garantimos isso todos os meses, lançando livros dos quais nos orgulhamos muito.
 
Um grande abraço
Rogério de Campos

 

 

Com isso a Conrad assume o fim da publicação de títulos como Dragon Ball edição definitiva e One Piece.
 
A editora não se manifestou sobre a continuação de títulos como Blade – A Lâmina do Imortal e Vagabond edição definitiva, ambos publicados no Japão pela editora Kodansha e nem sobre os números restantes da série Nausicaä.
 
A nova edição de Gen Pés Descalços, o QaQ já tinha notificado no dia 02/05/2011, e agora a editora confirma que a nova coleção terá dez volumes.
 
O QaQ vai tentar o contato com a Conrad para obter informações a cerca das edições de Vagabond, Blade e Nausicaä.
 

 

— Lucas Pimenta queria ser Martin Mystère. Não queria uma pistola de raios e sim a capacidade de enrolar uma noiva da mesma maneira...