amc-preacher-series-trailer-1Fiquei acordado para ver o primeiro episódio de Preacher, e para escrever este texto para aqueles que também estavam curiosos com a adaptação. Não costumo gostar de quase nada que sai dos quadrinhos para TV/Cinema, mas tratando-se de Preacher, uma das minhas hqs favoritas, precisei assistir. Pois a esperança é como o santo dos assassinos, não morre nunca. Se não pegou a referência, talvez você tenha uma chance de gostar desse episódio. 

O que quero dizer é que este piloto não agrada nem um pouco os fãs da hq. Tulipa e Cassidy não convencem como seus personagens. Jesse Custer está um pouco melhor, com mais personalidade, mas a abordagem dada ao trio é um pouco equivocada. Os produtores preferem mostrar que os três são fodões desde o primeiro momento, em diversas cenas de ação onde eles surram um time de futebol inteiro e mais os reservas. Não leve ao pé da letra, só estou evitando spoilers. E o pobre cara de cu, que mal cara de cu tem, é quem fala o inglês mais fácil de entender do elenco. Nada de sotaque engraçado. Se não conseguem nem reproduzir um personagem fácil desse, aí fica difícil. 

Bastante violência física nesse primeiro episódio. Teve até câmera lenta à la Zack Snyder. Não que a hq não tenha pancadaria, mas ela 16054_AMC_PRCH_Promo_ItCameHerese destaca por ser violenta em outro aspecto. Não é Jesse quebrar braços que faz dele o personagem forte e expressivo que é, mas sim o que ele diz, a sua PALAVRA. É o humor negro, a violência psicológica, conceitual, e nada disso se vê nesse primeiro episódio.  A cena inicial mostra que o gore/trash vai estar presente na série, mas nesse primeiro episódio ficou só na primeira cena mesmo. Espero que não se poupem quando a Entidade chegar. angeldevil

No fim, pouca coisa se salva. Uma cena de Cassidy se alimentando ali, outra bem caracterizada do Texas ao som de Johnny Cash. A narrativa é arrastada, e pouco atraente, não prende. A construção dos personagens se dá muito mais nas cenas de ação, pois os diálogos são pouco inspirados. Acho que não vai convencer nem quem não tenha lido a hq. A única chance que acredito que tenham de gostar desse episódio é mesmo pela curiosidade do argumento. 

Se eu acho que vai melhorar nos próximos episódios? Bem, acreditar em milagre seria muito irônico para um leitor de Preacher?

Dominic Cooper as Jesse Custer - Preacher _ Season 1, Episode  1 - Photo Credit: Lewis Jacobs/AMC

Dominic Cooper as Jesse Custer – Preacher _ Season 1, Episode 1 – Photo Credit: Lewis Jacobs/AMC

— Guido queria ser um personagem de histórias em quadrinho. Depois de ler Will Eisner se contenta em ser um personagem de uma história sem quadros.