No mercado franco-belga há uma preocupação enorme dos autores com a publicação dos seus quadrinhos em formato digital e uma queixa maior com as editoras, alegando que as mesmas não os consultaram antes da conversão para este formato. O ponto maior da questão, era os copyright que, com a publicação on line, foi alterado.

Essa batalha está longe de acabar, mas um passo enorme foi dado a favor da publicação dos quadrinhos no meio digital. As principais editoras franco-belgas – Casterman, Glénat, Soleil, Le Lombard, Delcourt, Bamboo, Dupuis e Dargaud – uniram-se para criar um único catálogo on line no site Izneo para fornecer suas HQs em formato digital.

Para ter acesso a esse catálogo, visitem o site da Izneo:

http://www.izneo.com/

Fontehttp://www.actualitte.com e Pedro Bouça.

— Lucas Pimenta queria ser Martin Mystère. Não queria uma pistola de raios e sim a capacidade de enrolar uma noiva da mesma maneira...