O QaQ tem acompanhado com atenção a movimentação do crowdfunding nos quadrinhos. Só lembrando que crowdfunding é um método de financiamento de projetos feito pelo próprio público, com vistas a alguma margem de lucros ou simplesmente para vê-lo acontecer. Dois interessantes projetos relacionados a quadrinhos estão em andamento no Brasil atualmente.

O primeiro é o projeto Patrocine uma HQ!, lançado pelo veterano cartunista Flávio Dealmeida. Conhecido pelos seus cartuns de humor e uma longa passagem pela Revista Mad, Flávio agora pretende se dedicar a uma HQ de aventura e suspense com cerca de 120 páginas.

No blog do projeto o autor postou várias ilustrações, embora mantenha em segredo o enredo e tenha até mesmo borrado os diálogos dos quadros exibidos.

O financiamento aqui é para a dedicação do artista à produção das páginas, sem estar incluídos os custos de publicação. O valor a ser arrecadado é de R$ 4.000,00 (quatro mil reais) e os depósitos podem ser feitos pelo site Vakinha ou combinados diretamente com o autor pelo email flaviodiario@gmail.com.

 

Outro projeto a ser financiado é o n.º 07 da revista Tarja Preta. Os seis primeiros números foram publicados entre 2004 e 2009 e tiveram a participação de artistas como Adão Iturusgarai, Allan Sieber, Eloar Guazzelli, Tiago Elcerdo, Rafael Sica, Arnaldo Branco, Daniel Lafayette e muitos outros. A promessa é que a edição número 07 tenha 156 páginas em papel offset, lombada quadrada e tiragem de 5mil exemplares.

O valor aqui é de R$ 6.000,00 (seis mil reais) e inclui a publicação. Os incentivos podem ser feitos pelo site Incentivador a partir de do valor de R$5,00, sendo que de R$ 20,00 em diante o financiador recebe uma edição do álbum e a partir de R$ 2.000,00 os editores prometem uma visita do Capitão Presença, personagem frequente na revista, na casa do leitor e com a vela do bolo!

Quem estiver interessado em participar, é bom correr, pois o prazo vai só até 05 de julho.

O QaQ deseja boa sorte a ambos os projetos.

— Não gosta de falar sobre si mesmo, mas a sua orelha queima quando estão falando dele.