O prêmio Juvenil foi para Les Chronokids #3, de Zep (roteiro) e Stan & Vince (arte), publicado pela editora Glénat.

Um detalhe interessante sobre o prêmio Juvenil – Ele é escolhido por um júri composto de crianças entre 8 e 12 anos.

A história dessa edição apresenta uma tentativa de Adele e Marvin em impedir a criação de uma bomba para trazer a paz na Terra. Só que algo sai errado (como não poderia deixar de ser) e com emaranhadas no continuum espaço-tempo fazem uma viagem por diversos períodos da história do nosso planeta, surgindo no meio de um torneio medieval, encontrando Jesus, conhecendo HG Wells, Robin Hood e se deparando com alguns T-Rex.

Uma história que mostra um Zep bastante criativo e divertido como nunca, mesmo que em uma série menos famosa que seu Titeuf.

Maiores detalhes e a lista dos vencedores dos prêmios escolares no site do Festival de Angouleme.

 

— Lucas Pimenta queria ser Martin Mystère. Não queria uma pistola de raios e sim a capacidade de enrolar uma noiva da mesma maneira...