Um albino de saúde debilitada, usuários de drogas que o ajudam a se manter vivo, portador de uma espada amaldiçoada e imperador da ilha de Melniboné.

Em breves palavras, este é Elric.

elric11

Criação do inglês Michael Moorcock, teve sua primeira aparição em formato novela nas páginas da Science Fantasy #47, em junho de 1961, na trama entitulada "The Dreaming City". Em 1965 ganhou uma reformatação na novela Stormbringer até finalmente evoluir em formato romance em 1973 no livro Elric of Melniboné.

Por conta da sua saúde, é expulso de Melniboné pelo primo maléfico Yyrkoon; Elric então passa a viajar por lugares inóspitos e dimensões adjacentes a sua, habitados por criaturas fantásticas, feiticeiros inescrupulosos e piratas sádicos.

Elric também é portador da Stormbringer, uma espada mágica de lâmina negra que concede ao usuário força, saúde e proeza no combate mas ela também traz uma grande desvantagem: ela se alimenta das almas daqueles que é golpeado com a lâmina. Mostrando-se possuidora de vontades próprias, Stormbringer em muitos momentos acaba levando aqueles que são queridos por Elric.

Nos quadrinhos, a primeira aparição de Elric foi em uma história do cimério Conan, em Conan, The Barbarian #14 e #15, uma aventura em duas partes entitulada: "A Sword called Stormbringer" (Uma espada chamada Stormbringer) e "The Green Empress of Melniboné" (A Imperatriz Verde de Melniboné), publicadas em 1972, escrita por Roy Thomas e ilustrada por Barry Windsor-Smith. Ganhou algumas mini-séries e participações em outras editoras e aqui no Brasil ficou mais conhecido através da mini-série Navegante nos Mares do Destino, publicada pela editora Abril em 4 edições, com o roteiro de Roy Thomas e arte de P. Craig Russel.

14-120001

Agora a editora francesa Glenát lança Elric: O Trono de Rubi, um álbum de 68 páginas e tendo como autores Julien Blondel, Didier Poli, Robin Recht, Jean Bastide e nos apresenta a trama de um Elric ainda imperador e tendo que lidar com as dificuldades por conta da sua saúde, das intrigas planejadas por Yyrkoon, um ataque de piratas e suas relação complicada com o Lorde do Caos, Arioque.

 

Confira um preview logo abaixo:

1286_couv 1286_P1 1286_P2 1286_P3 1286_P4 1286_P5 1286_P6 1286_P7 1286_P8 1286_P9 1286_P10

— Adalton nasceu no último dia de uma lua cheia, mas acha que isso não tem nenhuma relação com a sua vida; começou comprando quadrinhos por puro modismo - uma edição da Turma da Mônica parodiando Jurassic Park; sua primeira compra consciente foi a edição nº 01 de Batman: A queda do Morcego, ainda formatinho. Acredita que irá terminar a graduação em Letras antes da catástrofe de 2012 e daqui até lá está estudando parte das traduções intersemióticas das peças de Shakespeare já produzidas. E nos interlúdios, tenta produzir roteiros a partir idéias rabiscadas em antigos pedaços de papel.