Como sabe, amigo leitor, sou uma leitora de Quadrinhos. Não entendo lá essas coisas, confesso, mas me esforço para sempre aprender mais. Quando li o segundo volume de “Máquina Zero” (Editora Quadro a Quadro), não foi diferente. Observei que o ser humano, suas mazelas, conquistas e, principalmente, suas origens foi o mote das mais de...