A Editora 8Inverso continua o seu excelente trabalho de apresentar ao leitor brasileiro o melhor dos quadrinhos alemães!

Dessa vez, além de publicar um ótimo trabalho para os fãs de bons quadrinhos, a 8Inverso vai atiçar todo Beatlemaníaco. Baby´s in Black – o quinto Beatle: A história de Astrid Kirchherr & Stuart Sutcliffe, com arte e texto de Arne Bellstorf, terá lançamento em novembro na 58° Feira do Livro de Porto Alegre, com pré-venda em breve pelo site da editora.

A história começa em Hamburgo, 1960. Astrid Kirchherr terminou seu curso de arte e agora trabalha como assistente para seu antigo professor. Seu relacionamento com Klaus Voormann, um jovem designer gráfico, aos poucos fenece. Em uma noite de outubro, depois de outra discussão, Klaus parte sozinho, para retornar tarde da noite, empolgado com o que descobrira em St. Pauli, o bairro boêmio de Hamburgo: um grupo de jovens ingleses toca Rock'n'Roll num bar chamado Kaiserkeller. Quando Astrid decide acompanhar o namorado ao tal lugar naquela noite, ela não imagina que sua vida está prestes a mudar.

Assim somos introduzidos a "Baby´s in Black, o quinto Beatle: a história de Astrid Kirchherr e Stuart Sutcliffe" — história que mostra o início dos Beatles antes de seu estouro como fenômeno pop e o envolvimento de Astrid com Stuart, o quinto Beatle e grande amigo de John Lennon. A graphic novel de Arne Bellstorf explica a influência de Astrid sobre o visual dos Beatles e faz um retrato do difícil começo da banda que viria mudar a história da música e da cultura popular para sempre.

Informações técnicas:

Baby´s in Black – o quinto Beatle: A história de Astrid Kirchherr & Stuart Sutcliffe
Título original: Baby's in black – The story of Astrid Kirchherr & Stuart Sutcliffe
Arte e texto de Arne Bellstorf
Tradução: Augusto Machado Paim e Cássio Pantaleoni
Formato: 17cm X 24cm
Páginas: 208 pp.
Preço de capa: a confirmar
Capa colorida, miolo PB
Lançamento: 3 de novembro, durante a 58ª Feira do Livro de Porto Alegre

 

— Lucas Pimenta queria ser Martin Mystère. Não queria uma pistola de raios e sim a capacidade de enrolar uma noiva da mesma maneira...