A editora francesa Dargaud recentemente inaugurou um blog com muito material legal, dentre eles, a sessão Archives BD, com artigos mensais sobre o que se pode ser encontrado nos arquivos da editora. E, nada mais do que justo do que começar essa visita com uma homenagem ao grande Moebius.

O texto abaixo foi publicado originalmente no dia 16 de março de 2012 e a primeira versão você pode encontrar clicando aqui.

Gostaria de agradecer a Delphine Bonardi por ter autorizado a tradução e pela atenção em responder. Obrigado.

_______________

Para começar esta seção Arquivos HQ do Dargaud blog, queríamos falar sobre Jean Giraud, também conhecido como Gir, cuja perda no início de março foi tão sentida no mundo dos quadrinhos. Neste primeiro artigo, portanto, revisitaremos os arquivos de Blueberry, permitindo-nos homenagear o grande artista Jean Giraud.

Primeiro, as fotos logo a seguir é uma visão geral da sessão de arquivos da Dargaud, (situado no subsolo dos escritórios da Media Participations, localizado na rua Moussorgki, em Paris).

 

Os arquivos armazenam não só cópias de todas as edições dos álbuns estrangeiros da Dargaud, mas também de todas as primeiras edições dos quadrinhos publicado pela editora desde 1975 e, finalmente, os vários elementos da criação de um álbum.

Ao pesquisar as caixas marcadas com "Blueberry", mergulhamos na própria história dos quadrinhos.  De fato, para a geração mais jovem, às vezes é difícil imaginar como os designers trabalhavam nos álbuns, sem um computador. Para explicar, aqui estão marcas diferentes (original), com suas anotações, criadas pelo estúdio Dargaud, em 1970.

Todas estas camadas foram coladas sobre a concepção da capa, a fim de compô-la.

As vezes, as diferentes "peças" que compõem uma capa são cortadas e coladas diretamente em uma reprodução do desenho antes de enviar para a impressora, como visto aqui com uma capa de Driver assinada por Gir:

Ou, como pode ser visto aqui em uma propaganda anunciando o retorno de La Jeunesse de Blueberry (A Juventude de Blueberry) nas livrarias:

Outra descoberta nas caixas de  Blueberry, a primeira versão das folhas de rosto dos volumes 1 e 2 da série:

E, finalmente, para terminar esta primeira incursão nos arquivos da Dargaud, eis o modelo da tampa da caixa do quebra-cabeça Jean Giraud (caros internautas: se você possui um exemplar deste quebra-cabeça, você poderia nos enviar uma foto deste pequeno tesouro?).

— Adalton nasceu no último dia de uma lua cheia, mas acha que isso não tem nenhuma relação com a sua vida; começou comprando quadrinhos por puro modismo - uma edição da Turma da Mônica parodiando Jurassic Park; sua primeira compra consciente foi a edição nº 01 de Batman: A queda do Morcego, ainda formatinho. Acredita que irá terminar a graduação em Letras antes da catástrofe de 2012 e daqui até lá está estudando parte das traduções intersemióticas das peças de Shakespeare já produzidas. E nos interlúdios, tenta produzir roteiros a partir idéias rabiscadas em antigos pedaços de papel.