PONTO-DE-IGNICAO-2Justice League: The Flashpoint Paradox, é a nova animação da DC, inspirada na mini-série homônima (que aqui no Brasil foi lançada como Ponto de Ignição).

Flashpoint foi a série que resultou na reformulação do Universo DC (Os Novos 52).

A animação se mantêm fiel a revista (na maior parte do tempo), mas, até por ser outra mídia, tem liberdades poéticas no roteiro (uma introdução aos fatos que ocorrem na animação, alguns personagens ausentes e a cena em que Barry Allen se despede da mãe). Alguns spin-off's estão bem inseridos, pena que o Lanterna Verde tenha uma participação muito pequena, diferente da revista.

A animação é muito bem feita, e tem um estilo de arte muito boa, lembra o de Young Justice, talvez por ser o mesmo diretor da segunda temporada, Jay Oliva.

A história mostra o Flash sem poderes, em uma linha de tempo alternativa, tentando descobrir o que mudou tudo e como consertar. Para ajudar nessa difícil empreitada, um Batman diferente, com Thomas Wayne por traz do capuz. E para atrapalhar tudo, o mundo esta a beira de uma guerra entre a Atlântida, liderada por um impiedoso Aquaman e Themyscira, liderada por uma sanguinária Mulher-Maravilha.

Assim como toda história em que a realidade é alterada, o bom é ver as versões alternativas dos personagens.

Justice-League-The-Flashpoint-Paradox

Não sei se foi por causa do carisma do Flash, mas essa animação me cativou, uma das melhores da DC nos últimos tempos. E apesar de já ter lido a mini-série em quadrinhos, curti cada cena e cada mudança de roteiro.

O final, assim como na revista, deixou os olhos deste que vos escreve, cheios de lágrimas e deve emocionar muitos fãs do Homem-Morcego.

Justice League: The Flashpoint Paradox, será lançado nos EUA, no dia 30 de Julho, em DVD, Blu-ray e cópias digitais.

Espero que aqui não demore, quero esse Blu-ray em minha estante.

JusticeLeagueTheFlashpointParadox-finalboxart

— O Dan é desenhista, designer, gamer e herói suburbano. Dan is a Cartunist, designer, gamer and underground hero.