Artigo escrito pelo doutorando em Sociologia, Amaro Xavier Braga Júnior, publicado originalmente na Revista História, Imagem e Narrativa, edição nº12/ abril de 2011.

 

Resumo: 

O trabalho analisa a aparência do Mangá, as chamadas histórias em quadrinhos japonesas, ensaiando uma análise sobre seu perfil estético constitutivo, extremamente característico e particular. De forma a perceber suas variações estéticas vinculadas ao desenho estilizado, o layout e a perspectiva beligerante, temas estereotipados, a metalinguagem de tendência cômica, a noção de tempo e ritmo narrativo.  Termina apresentando análise dos impactos sociais na construção de sua própria  linguagem e desenvolvendo uma breve consideração sobre o a inserção do mangá no Brasil e seus efeitos  sociais, principalmente relativos ao surgimento do Mangá Nacional. 

Palavras-chave:

Histórias em Quadrinhos; Mangá; Estética; Mangá Nacional; Impactos Sociais. 

ANÁLISE SOCIOLÓGICA E ESTÉTICA MIDIÁTICA REFLEXÕES SOBRE A APARÊNCIA E OS IMPACTOS DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS JAPONESAS.

O conteúdo deste artigo expressa a opinião do professor Amaro Xavier Braga Júnior, que é plenamente responsável pelo mesmo e publicado com sua autorização.

— Lucas Pimenta queria ser Martin Mystère. Não queria uma pistola de raios e sim a capacidade de enrolar uma noiva da mesma maneira...