A editora Devir vai publicar este mês um álbum do Agente Secreto X-9, que reúne todas as tiras publicadas nos jornais estadunidenses entre os anos de 1934 – 1935, representando toda a fase em que foi produzida por Dashiell Hammett (roteiro) e Alex Raymond (desenhos). O livro terá duas versões, uma em capa dura e a outra com capa cartonada, com 216 páginas. 
 
 
***
Sobre o personagem
 
Criado por Dashiell Hammett e Alex Raymond devido a uma encomenda do King Features Syndicate para concorrer com  Dick Tracy (criado 3 anos antes e um verdadeiro sucesso), o Agente Secreto X-9 surgiu em 22 de janeiro de 1934 e foi publicado nos jornais estadunidenses até 1996, contudo Hammett e Raymond só ficaram no personagem até 1935, porque apesar da qualidade artística da dupla, o personagem não alcançou o sucesso que esperavam.
 
 
No início X-9 era um misto de agente secreto e detetive particular, que não tinha nome e que trabalhava para uma agência também sem nome. As coisas permaneceram assim misteriosas até o início dos anos 40, quando passou a ser chamado de Phil Corrigan ou simplesmente Phil e a agência passou a ser o FBI devido a popularidade que a mesma nutria naqueles anos entre os estadunidenses.
 
Com a saída dos criadores, a tira voltaria em 1937 – sempre distribuída pela King Features – e até seu fim teve diversos artistas no comando, sendo o mais notável deles, Al Williamson. No início do novo século, o X-9 fez uma pontinha especial na folha dominical de outra criação de Raymond, Flash Gordon.
 
 
***
 
No Brasil
 
O Agente Secreto X-9 foi publicado pela primeira vez 1937 através do Grande Consórcio de Suplementos Nacionais, com o título "Aventuras de Bill, o Detective Secreto – O 'caso' Powers", que curiosamente tinha a capa assinada por Maria, mas, na realidade, foi feita por Monteiro Filho, o mesmo que em 1976 assinou a arte (capa) da edição da Ebal, que teve seu álbum feito através de fotografias do Suplemento com as devidas correções na tradução e no nome do personagem que voltou a ser chamado de Phil. Percebam que na edição nacional o X-9 já tinha um nome, mesmo "O caso Powers" compreendendo as tiras publicadas entre 22/1/34 e 11/9/34, quando o personagem ainda não tinha nome nos EUA. Pela RGE o Agente foi publicado nos anos 40/50 e pela Editora Saber em 1969/1970.
 
 
***
 
Indo aonde a nona arte estiver
 
X-9 foi transportado para outras mídias e em 1937 teve um seriado estrelado por Scott Kolk. Na série o Agente secreto era chamado de Dexter. Em 1945 o personagem, – dessa vez com Llyod Bridges no papel principal – teve um filme, que se passava no ano de 1943, onde lutou contra os japoneses e tinha que impedi-los de adquirirem a fórmula de um combustível secreto, que iria trazer benefícios óbvios para o Japão na II grande guerra. Através da agência secreta, Phil é enviado a Shadow Island, uma pequena ilha em algum lugar perto da costa japonesa, para frustar os planos dos japoneses, e em meio a tiroteios, brigas e perseguições, salvar o mundo.
 
 
O personagem foi levado também para as rádio-novelas, onde teve um programa pela BBC 7 que durou apenas quatro capítulos.
 
***
 
Os autores (uma breve biografia)
 
 ► Dashiell Hammett nasceu em 27 de maio de 1894 e faleceu em 10 de janeiro de 1961, notável escritor de literatura noir, tendo como livro mais famoso, "O falcão Maltês".
 
 ► Alex Raymond veio ao mundo em 2 de outubro de 1909 e morreu em um acidente de carro em 6 de setembro de 1956. Um dos melhores desenhistas de quadrinhos de todos os tempos, é o criador de personagens como Rip Kirby (No Brasil Nick Holmes), Agente Secreto X-9, Jim das Selvas e sua mais famosa criação Flash Gordon.
 
 
 
 

 

 

Versões: Capa-Dura e Brochura

  • Capa-Dura
    Acabamento:
     colorida com laminação fosca e reserva de verniz
    Miolo: 216 páginas sépia em chamois 90 g/m²
    Formato: 28,0 cm × 21,0 cm
    R$: 62,00

  • Brochura
    Acabamento:
     cartão 250 g/m², colorida, com laminação fosca e reserva de verniz
    Miolo: 216 páginas sépia em chamois 90 g/m²
    Formato: 27,5 cm × 20,5 cm
    R$: 48,00

— Lucas Pimenta queria ser Martin Mystère. Não queria uma pistola de raios e sim a capacidade de enrolar uma noiva da mesma maneira...